Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



27 de Setembro de 2009, mais uma caminhada. Desta vez concluímos a ùltima abordagem possível aos Carris, tendo em conta os 4 principais Pontos Cardeais da Rosa dos Ventos.

 

 Aceda aos Track-Points GPS aqui

 

Se utiliza uma plataforma móvel veja as fotos aqui


Percurso pedestre

21.3 km

6:30 horas de caminhada efectiva

 

Início da caminhada em Pitões das Júnias a 1100m de altitude.

Descida em trilho até aos 875m e sucessão de pequenas descidas e subidas muito acentuadas até às Minas dos Carris a 1400m.

Descida pelo trilho de pedras soltas até aos 700m na Ponte da Portela do Homem.

Tendo em conta as possíveis abordagens às Minas dos Carris olhando para a Rosa dos Ventos, só nos faltava esta que era também a mais longa, difícil e agreste.

Depois de um início tranquilo e até à Fraga de São João começa o aperto, um autentico rally de montanha.

Com descidas ligeiras mas subidas pronunciadas, existem 2 aspectos a ter em conta.

Embora tivéssemos pouca dificuldade em encontrar os trilhos, a vegetação e mato rigidos dificultaram-nos muito a progressão.

Depois aceleramos demasiado na subida de Currachã, e no fim desta depois de percorridos 7.5km em 2:00h, as pernas já se queixavam.

Mais tarde ao ver a subida do Prado da Ribeira das Negras para os Carris até nos faltou o ar, são 500m de caminho para 130m de declive. No entanto e curiosamente, é um caminho seguro desde que não se abuse da sorte.

Chegamos então aos Carris já bastante cansados e se tivéssemos feito uma melhor gestão de esforço, considero que poderíamos ter feito menos tempo e com menos cansaço, mas enfim, a pressa era muita e gerimos mal a velocidade de progressão.

Depois de uma breve paragem para almoço é hora de acelerar a caminho da Portela do Homem.

Depois de 2:30h a percorrer aquele mar de pedras soltas lá chegamos.

Concluindo e tendo em conta todas as variantes, considero que a àrea Pitões-Carris embora sendo bonita, fica aquém dos sítios do gerês por onde andamos anteriormente, sobretudo devido ao facto de ser mais agreste, fisicamente exigente e com menos pontos de interesse.

 

É com alguma tristeza que escrevo estes ùltimos parágrafos.

Quase mendiguei aos sites e blogs de referência um track para esta caminhada, e as respostas variaram entre: "temos, mas não damos", ignorar o emails recebidos e só uma resposta sincera a dizer que não tinham.

Apregoa-se aos 4 ventos a camaradagem, o gosto pelo ar livre etc., mas o egoísmo predomina.

Talvez inscrever-me num qualquer clube de praticantes e pagar umas cotas resolvesse o problema...

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:53





Lista de todas as actividades

Percursos Pedestres

Em Bicicleta

Outras Actividades e Locais



Siga-nos na rede social


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Carris Cópia de DSC04873 Covão da Ametade DSC06715 Prado do Mourô/VidoalDSC07099 Sombrosas DSC08749 Vale do Rio Homem valeserrantes Poço Azul valeserrantes Ecopista do Dão valeserrantes

Cascata do Arado valeserrantes

Visitantes