Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]



Junho de 2015, mais uma caminhada rumo a Arouca para percorrer os Passadiços do Paiva, magnífica obra de engenharia num local ímpar destacando-se pela sua simplicidade e enquadramento paisagístico que com grande engenho, foi implementada praticamente sem danificar a arquitetura natural do rio e suas margens.

Podem fazer download do folheto através do site do Geopark aqui e consultar o site aqui.

Percurso pedestre: 18km em 4,5 horas de caminhada efectiva (ida e volta).

Track GPS: aqui 

 

Fotos no final do texto:

 

Este magnifico passadiço liga as praias fluviais de Espiunca, Vau e Areinho (esta última concessionada tendo nadador salvador e restauração), é uma excelente aposta da Câmara Municipal de Arouca integrada no Geopark e neste caso na Garganta do Paiva.

O passadiço em madeira que alterna com alguns segmentos em terra batida (curtos), destaca-se pelo local onde se insere, as íngremes encostas da margem esquerda do rio Paiva.

As paisagens são muito bonitas e podem ver-se algumas zonas de rápidos bastante interessantes, ou não fosse este um local de excelência para a prática de Rafting, mas curiosamente, o destaque vai mesmo para o serpentear do passadiço pelas encostas até porque a vegetação encobre em grande parte a vista para o rio. Destaque para o miradouro da Cascata das Aguieiras que é impressionante e para ponte suspensa a sul do Vau que é muito bonita.

Saliento que é necessário ter cuidado com crianças, elas deverão ir sempre do lado do rio, do lado oposto existem muitos locais sem protecção.

Quase na sua totalidade percorre-se com facilidade existindo alguns pequenos segmentos de escadas.  

Na subida para o miradouro da Cascata das Aguieiras temos uma escadaria com 450 degraus, depois um troço de terra batida com cerca de 1km com uma valente descida, e outra escadaria com 310 degraus na descida para a ponte romana da estrada para Alvarenga, isto no sentido Espiunca-Areinho.

Ou seja, faz-se bem mas..., para percorrer a totalidade do passadiço (ida e volta) e contas feitas assim por alto, temos que subir um total superior a 1000 degraus e descer outros tantos, obviamente.

É o equivalente (mas ainda com mais alguns degraus) ao Escadório do Bom Jesus de Braga.

Como alternativa a esta tareia temos duas soluções:

a) - começar em Espiunca e ficar pela Cascata das Aguieiras

b) - percorrer apenas numa direcção levando dois automóveis deixando um em cada extremo, ou ligar para o Táxi em Alvarenga para levar de volta :-)

Obviamente que o ideal é sempre realizar o percurso nos dois sentidos como eu fiz porque em direcções diferentes o percurso acaba também por ser diferente.

Essencial e único, a não perder.

DSC08842.jpg

DSC08846.jpg

DSC08854.jpg

DSC08856.jpg

DSC08858.jpg

DSC08860.jpg

DSC08861.jpg

DSC08862.jpg

DSC08867.jpg

DSC08871.jpg

DSC08874.jpg

DSC08887.jpg

DSC08892.jpg

DSC08897.jpg

DSC08899.jpg

DSC08902.jpg

DSC08905.jpg

DSC08914.jpg

DSC08915.jpg

DSC08919.jpg

DSC08921.jpg

DSC08922.jpg

DSC08923.jpg

DSC08927.jpg

DSC08929.jpg

DSC08932.jpg

DSC08937.jpg

DSC08944.jpg

DSC08945.jpg

DSC08964.jpg

DSC08967.jpg

DSC08971.jpg

DSC08972.jpg

DSC08983.jpg

DSC08985.jpg

DSC08987.jpg

DSC08996.jpg

DSC09002.jpg

DSC09007.jpg

DSC09010.jpg

DSC09017.jpg

DSC09022.jpg

DSC09033.jpg

DSC09035.jpg

DSC09063.jpg

DSC09066.jpg

DSC09067.jpg

DSC09072.jpg

DSC09092.jpg

DSC09093.jpg

DSC09094.jpg

DSC09095.jpg

DSC09096.jpg

DSC09100.jpg

DSC09108.jpg

DSC09118.jpg

DSC09129.jpg

DSC09136.jpg

DSC09137.jpg

DSC09141.jpg

DSC09168.jpg

DSC09172.jpg

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:59


9 comentários

De Anónimo a 03.07.2015 às 11:12

Olá Anselmo
Já tinha ouvido falar deste trilho, mas nunca tinha associado a esta obra magnifica e como eu costumo dizer: nada como uma boa foto-reportagem para nos convencer, e vinda da velha guarda do Trekking é sempre uma maravilha. Mais uma vez obrigada e nunca desistas de nos brindar com tuas reportagens, pois o pessoal mais antigo passou para o Facebook e meu amigo e vizinho não é a mesma coisa, lá perde-se o sentimento que temos pela montanha embora não tenha facebook já vi alguns amigos e lá tudo me parece artificial. Por isso força, continua... e um grande abraço

Teixeira

De Vales Errantes a 03.07.2015 às 23:52

Viva Teixeira e Obrigado pelas palavras.
De facto os Blogues estão moribundos, e já só meia dúzia se aguentam de pé, pelo menos na postagem de conteúdos como dantes, muitos (que em tempos já foram de referência) já só lá vão atirar umas fotos de quando em vez.
De facto o facebook agora é "dono disto tudo", chegas lá adicionas um icone de emotion "a sentir-se fixe", espetas-lhe150 fotos e pronto, no minuto a seguir toda a malta já comentou ou gostou, mas também no dia a seguir já ninguém se lembra, porque outros 100 indivíduos fizeram o mesmo entretanto. Mas é de facto muito rápido e eficaz.
Mas falta-lhe a magia, a consistência, autenticidade e a individualidade que cada blogue tem e que reflecte quem o alimenta nos seus conteúdos.
Sem duvida que isto dá muito mais trabalho, mas é um livro aberto a todos à espera de ser explorado.

Grande abraço,
Anselmo

De jorge a 10.08.2015 às 14:05

Os blogs são poucos mas bons e ainda tem alguma coisa para dizer contrariamente ao facebook ... quando se pesquisa no google raramente se encontra informação pertinente se não ainda e garças blogues muitas vezes, ou caso aqui

cumprimentos

Jorge Melo

De Miguel a 20.07.2015 às 01:39

Boa Noite
como vi o blog e gostei muito das fotos do passadiço do Paiva resolvi fazer uma mini publicidade aos meus serviços de Táxi para uma próxima ou para quem nos visita.

Táxi Miguel serviço de Transferes
Contacto 919472390(Miguel)

De António Ferreira a 23.07.2015 às 11:52

A minha experiência deste percurso :
- Para um rapaz como eu com 105 Kgs e 67 anos , eu sugiro a entrada no percurso pela estrada o mais próximo possível do miradouro da cascata da Aguieira e continuar no sentido de Espiunca .
Assim ,evita a terrível subida de uma escadaria íngreme de 450 degraus que, sendo próximo do final do percurso (Alvarenga) para quem começa por Espiunca , é extramamente desgastante depois do percurso anteriormente percorrido.
Aconselho a que quem tenha crianças, as leve sempre do lado do rio, pois há sempre protecção, enquanto que do lado da escarpa há locais que não a têm e pode dar origem a uma queda, se houver distracção como aconteceu com uma jovem que encontrei quando fez este percurso pela primeira vez.
Cumprimentos e bom percurso.
António Ferreira

De Carlos Sousa a 03.08.2015 às 17:47

Olá!

Também temos um grupo de caminhantes de Penafiel e fizemos esse percurso maravilhoso no inicio de Julho. Eramos 27 e para meia dúzia foi doloroso porque fizemos o percurso de ida e volta.
Mas foi um percurso único.
Almoçamos (às 15 horas) na Adega Milita (966882761) em Espiunca que aproveito para fazer publicidade, serviu-nos uma novilho na panela (Muito saboroso).

Abraço.

De Miguel a 12.08.2015 às 01:24

A quem vem visitar o passadiço do Paiva
deixo meu contacto fazendo transfer Espiunca-Praia fluvial do Areinho ou vice versa. Carro de 4 lugares.

Contacto 919472390(Miguel)

De Anónimo a 03.04.2017 às 23:44

http://www.taxis-arouca.pt/

De Miguel a 03.04.2017 às 23:45

http://www.taxis-arouca.pt/

Comentar post





Lista de todas as actividades

Percursos Pedestres

Em Bicicleta

Outras Actividades e Locais



Siga-nos na rede social


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Carris Cópia de DSC04873 Covão da Ametade DSC06715 Prado do Mourô/VidoalDSC07099 Sombrosas DSC08749 Vale do Rio Homem valeserrantes Poço Azul valeserrantes Ecopista do Dão valeserrantes

Cascata do Arado valeserrantes

Visitantes