Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Janeiro de 2014, mais uma incursão no Gerês.

Desta vez para visitar os mais conhecidos prados com neve, em circunstâncias e terreno muito difíceis, na companhia de Olhares Sublimes

 

Aceda aos Track-Points GPS aqui

 

Para plataformas móveis ou ecrã inteiro clique aqui

 

Percurso pedestre

15 km

8:30 horas de caminhada efectiva (com neve métrica de muito difícil progressão)

 

Que ia haver muita neve já nós sabíamos, e tendo em conta que dois dias antes o grupo Vamos Ali com cerca de 12 elementos fez o mesmo percurso (em sentido inverso), pensei que seria algo acessível embora soubesse que a neve continuaria a cair.

As paisagens são simplesmente extraordinárias e proporcionam-nos momentos de rara beleza.

No entanto, a partir do Vidoal e com neve métrica, cada passo era um afundanço quase sempre acima do joelho, depois de passar a Freza começou o terror.

Terá nevado muito durante a noite. Do grupo que ali passou anteriormente, deixamos de encontrar rasto pouco depois de sairmos do Vidoal!

A cada passo ficávamos quase atolados. Na travessia da Lomba do Pau o nevoeiro reduzia a visibilidade a cerca de 70/80 m e na subida que antecede a descida para o Conho, foi andar de quatro, porque a neve subia já acima das ancas.

Depois a coisa melhorou um pouco e embora com tempo muito nublado, o nevoeiro desapareceu. Usufrui de paisagens que jamais esquecerei, mas andamos 6km a cerca de 1kmh.

Caminhar com neve traz imprevisibilidade e desvantagens, mas proporciona-nos momentos verdadeiramente mágicos como as fotos podem comprovar.

Mais uma vez foi arriscado porque anoitece cedo, a progressão foi francamente lenta e muito desgastante. No entanto, o meu companheiro de luta é uma máquina devoradora de kms, e só o facto de o ver caminhar torna tudo mais fácil.

 

Todavia, nestes casos em que nos primeiros kms os pés começam a ir ao fundo, o melhor mesmo é voltar para trás porque, quanto mais se sobe mais se afunda, mesmo que pensemos que a neve vai ganhar consistência com a altitude.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:37

Percurso de média extensão em bicicleta com dois pequenos segmentos em btt (muito técnicos) e um outro por escadas (realizado a pé).
Declives muito acentuados e algumas rampas longas sobretudo em Pé de Moura onde a desmultiplicação máxima parece pouca e com a roda da frente sempre a querer levantar. Da lomba até Canedo são 13 km com um declive de 430m, 9km em subida (4,7%).
Bom treino em belos locais para testar a resistência a cãibras e gestão de esforço para não quebrar.

 

Aceda aos Track point GPS aqui

 

Para plataformas móveis ou ecrã inteiro clique aqui

 

Percurso Ciclístico

51 km

4 horas de pedalada efectiva

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:08


valeserrantes

Lista de todas as actividades

Percursos Pedestres

Em Bicicleta

Outras Actividades e Locais



Carris Cópia de DSC04873 Covão da Ametade DSC06715 Prado do Mourô/VidoalDSC07099 Sombrosas DSC08749 Vale do Rio Homem valeserrantes Poço Azul valeserrantes Ecopista do Dão valeserrantes

Cascata do Arado valeserrantes